Cadastre-se

Envie Vídeo

nenhuma Enquete encontrada!

Newsletter

Nome:

E-mail:

Diojns Freitas Guimarães
Colunista

Poderosas no Ar
Postado em: 11/02/2018 às 08h12
TAMANHO DA FONTE  A- A+
Dez anos após deixar o cargo de rainha de bateria, Juliana Paes reassume a coroa: 'Me sinto mais dona da banca'

‘Roda e avisa”... Que ela voltou! O bordão de Chacrinha, mestre da comunicação e homenageado da Grande Rio — quinta escola a cruzar a Avenida neste domingo, dia 11 — anuncia o retorno majestoso de Juliana Paes ao posto de rainha de bateria uma década após a musa ter pendurado a coroa (ela esteve à frente dos ritmistas da Viradouro de 2004 a 2008).

 

Foram incontáveis convites para representar a Invocada de Caxias até que, desta vez, a atriz resolveu ceder aos apelos do presidente de honra da escola, Jayder Soares, incentivada pelo promoter e amigo David Brazil.

 

— Jayder já vinha me “cantando” há algum tempo, e David também sempre falava, mas eu achava que não era a hora.Quando parei, foi para dar um tempo para mim, precisava cuidar da minha vida pessoal, dos meus filhos e da minha carreira. Estava 100% focada e voltada para isso.Queria estudar, ir ao teatro, ler mais... Ser rainha de bateria é uma enorme responsabilidade e demanda tempo e dedicação.Eu não sei fazer nada mais ou menos, e tinha consciência de que não conseguiria dar a atenção que esse posto requer, por isso dei um tempo. Ano passado, quando Jayder me convidou de novo e David fez coro, eu senti que dava para brincar um pouquinho! Volto muito animada — comemora Juliana.

 

E pensar que há dez anos, a intérprete do fenômeno Bibi Perigosa, de “A força do querer”, ainda buscava seu lugar ao sol. Sim, ela já se destacava sob os holofotes, mas era solteira, não tinha filhos nem havia sido alçada ao patamar de estrela da Globo, o que veio logo na sequência, em 2009, com a primeira protagonista, Maya, de “Caminho das Índias”.

 

Antes disso, em setembro de 2008, mudou o estado civil para casada com Carlos Eduardo Baptista e encerrou naquele ano, na dispersão da Viradouro, sua missão como rainha.

 

De lá para cá, a mãe de Pedro, de 7 anos, e Antônio, de 4, só coleciona sucessos.

 

Da menina que estreou com a árdua missão de substituir a, até então, musa-mor do carnaval, Luma de Oliveira, aos 24 anos, à mulher renomada de 38, o que mudou foi a maturidade, porque no quesito exuberância, rebolado e adrenalina, Juliana segue sendo nota 10.

 

— Hoje me sinto mais segura, a maternidade me transformou numa mulher assim, muito mais dona da banca! Mas o frio na barriga e a animação são os mesmos — assegura.

 

Seguindo a máxima do Velho Guerreiro de que “quem não se comunica se trumbica”, a artista se mantém no topo com seu carisma irretocável, sorriso largo, mais disposição e disciplina.

 

— Só consigo pensar que trabalho duro, comprometimento, conduta profissional e elegância no trato com o outro são as ferramentas para se ir longe. Humildade nunca me faltou. Sempre peguei no pesado. Nada vem sem trabalho e sem simpatia — acredita.

 

A julgar pelas performances nos cinco carnavais em que esteve soberana na linha de frente do batuque, é de se esperar um retorno triunfante. Não só pelo estouro que foi sua atuação na última novela das nove, mas também por conta de sua posição como mulher:

 

Hoje, me cobro menos e faço mais. Sei respeitar minhas vontades. Antes, eu tinha dificuldade em dizer “não”.

 

Acabava me comprometendo com coisas que eu, às vezes, nem estava querendo tanto.

 

Agora, me sinto segura para fazer o que me deixa feliz e fico à vontade para dizer “não” quando acho necessário.

 

Meu tempo vale mais para mim. Não tenho a pretensão de agradar a todos.

 

 

A maturidade nos traz segurança.

 

Podemos ser quem somos.

 

É um privilégio.

 

Por isso, afirmo que essa é a minha melhor fase!

 

Ano que vem, a artista completa 40 anos e se sente plena o bastante para encarar a virada de um novo ciclo:

 

 

Envelhecer não me assusta de forma alguma, muito pelo contrário.

 

Eu me sinto superpoderosa por ter tudo o que conquistei, meus filhos, minha carreira, a forma de pensar e agir, e isso é mérito do passar do tempo e do aprendizado que a vida vai dando.

 

Tenho muito orgulho da minha idade.

 

No que diz respeito a sentimento de culpa, ter trocado o manto Vermelho e branco da escola de Niterói pelo tricolor de Caxias não causou mal-estar. Na Viradouro, Juliana não só exerceu o cargo de elite, como foi destaque em outros setores.

 

Para aquela comunidade, ela diz ter se doado 100%:

 

Fui muito feliz lá e guardo ótimas lembranças.

 

Cheguei a desfilar pela escola outras vezes após deixar de ser rainha.

 

Saí na comissão de frente, na diretoria... Cresci em Niterói, frequentava os ensaios na quadra.

 

 

Ter virado rainha foi algo muito especial.

 

Agora o momento é outro e estou feliz de estar na Grande Rio.

 

A comunidade me recebeu com carinho e prometo retribuir com dedicação e alegria na Sapucaí.

 

Apesar da ausência sentida pela agremiação nos primeiros ensaios no fim do ano passado — período em que passou férias com a família em Jericoacoara, Estados Unidos e Alpes Franceses — ela chegou com todo gás, pronta para recuperar o tempo perdido.

 

Até amanhã, quando atravessa o Sambódromo, bateu ponto em ensaio de rua, de quadra e na feijoada.

 

E a brecada não foi só na agenda. Juliana ficou de folga também dos treinos.

 

— Eu tentei me segurar ao máximo, mas sem neuroses. Estava na Disney com a minha família, e lá, sem hambúrguer, batata frita e sorvete não vale, né? (risos). Além disso, acho que férias boas são aquelas em que você fica à vontade para comer tudo o que quer! Tentei me policiar para não enfiar tanto o pé na jaca, mas estou bem disciplinada desde que voltei de viagem. Montei um superintensivo de 15 dias para me preparar e aguentar o tranco — explica.

 

Isso significa trabalhar as funções cardíacas com exercícios aeróbicos, “tiros” (corridas) e circuitos funcionais, mais drenagem duas vezes por semana.

 

Integrante ou mera espectadora, fato é que Juliana nunca esteve fora da Festa de Momo, nem grávida dos meninos.

 

— O carnaval sempre esteve presente na minha vida, desde criança. Mesmo nos anos em que eu não desfilei estive por perto. Engraçado que eu poderia ter aproveitado para viajar, mas não, sempre fiquei e assisti. Por pura paixão! Não tem nada mais gostoso do que o som da bateria. Gosto da vibração, da alegria, de ver as escolas passarem. A Sapucaí é um canal de emoção genuína — define a niteroiense, que vem representando o “Troféu Abacaxi”, com fantasia luxuosa assinada pelo estilista Henrique Filho.

 

Além dos súditos nas arquibancadas e da comitiva formada pela família e amigos, Juliana ainda cogita levar Pedro e Antônio para vê-la brilhar:

 

— Que graça tem esses momentos deliciosos se você não pode dividir com a patota mais querida? Este ano, queria muito que meus filhos me vissem, mas ainda não sei se vamos levá-los.

 

UM AMOR DE OUTROS CARNAVAIS

 

Dois mil e dezoito marca não só a volta de Juliana Paes à Sapucaí no posto de rainha de bateria, mas também seus dez anos de casamento.

 

Em setembro, a atriz e Carlos Eduardo Baptista completam bodas de estanho e zinco.

 

Dudu, como ela chama o marido, jamais arredou pé do lado de sua majestade, seja para reverenciá-la e dar segurança na Avenida ou para badalar nos camarotes.

 

Qual é o segredo de uma relação duradoura? “Casamento é uma missão diária.

 

Não tem receita, mas três ingredientes eu garanto que são necessários: amizade, paciência e perseverança”, enumera a rainha de bateria da Grande Rio. Copiou? Parabéns ao casal folião! 

 

Fotos: Reprodução

 

Extra



 
LINK - ESPALHE POR AÍ!
 
Outras Notícias sobre Poderosas no Ar
20/02/2018
Munik Nunes posa de lingerie e brinca na web: 'Estava sem ar'
11/02/2018
Dez anos após deixar o cargo de rainha de bateria, Juliana Paes reassume a coroa: 'Me sinto mais don...
28/01/2018
Isis Valverde faz ensaio de lingerie na Argentina.
Sábado, 24 de Fevereiro de 2018
 Ultimos Vídeos
Vídeo mostra homem sendo assassinado a tiros em posto de gasolina na avenida Torquato Tapajós
Data:26/04/2017
Visitas:840
Veja o que um passageiro fez com dois bandidos que tentaram assaltar um ônibus
Data:26/04/2017
Visitas:295
veja o que criminosos fizeram com estas duas jovens
Data:26/04/2017
Visitas:497

   Garota Top Site
02/01/2015
Jackline Silva
Cansanção - Bahia
Publicidade

Oferecimento


Pesquise no portal.::
NOTÍCIAS TV AO VIVO RÁDIO AO VIVO ENTRETENIMENTO SERVIÇOS

©2018 - R10 Notícias - todos os direitos reservados! - WebMedia