Veja a Garota Top Site deste Mês..:
O que você procura?

Cadastre-se

Envie Vídeo

nenhuma Enquete encontrada!

Newsletter

Nome:

E-mail:

Diojns Freitas Guimarães
Colunista

Justiça
Postado em: 07/12/2017 às 07h23
TAMANHO DA FONTE  A- A+
Reitor da UFMG é ouvido pela PF por desvio de R$ 4 milhões em projeto
Outras sete pessoas também prestaram depoimento sobre a denúncia

O reitor e a vice-reitora da UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) foram levados pela Polícia Federal em Minas Gerais para prestar depoimento, na manhã desta quarta-feira (6), em Belo Horizonte. A condução coercitiva faz parte da operação “Esperança Equilibrista”, que investiga o desvio de recursos públicos destinados à construção de um memorial dedicado à anistia política do Brasil.

O Memorial da Anistia Política do Brasil, idealizado em 2008, é financiado pelo Ministério da Justiça e executado pela UFMG. Segundo a PF, ele “visa à preservação e à difusão da memória política dos períodos de repressão, contemplados pela atuação da Comissão da Anistia do Ministério da Justiça, a partir da reforma do “Coleginho”, no bairro Santo Antônio, onde seria instalada uma exposição de longa duração com obras e materiais históricos, além da construção de dois prédios anexos e uma praça de convivência”.

As investigações apontam que, até o momento, já teria sido gastos mais de R$ 19 milhões com obras e material para exposição. Porém, até o momento, “o único produto aparente é um dos prédios anexos, ainda inacabado”.

A suspeita é que R$ 4 milhões tenham sido desviados por meio de fraudes, mas segundo a PF, o valor pode ser maior. Com o dinheiro, a Fundep (Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa), que foi contratada para realizar pesquisas e desenvolver conteúdo para exposição, teria feito pagamentos ilícitos para fornecedores que não fazem parte do projeto e de bolsas de estágio e extensão.

Além da condução de Jaime Arturo Ramírez  e Sandra Regina Goulart Almeida, a PF cumpriu outros seis mandados de condução coercitiva e 11 de busca e apreensão. Oitenta e quatro policiais federais, 15 auditores da CGU (Controladoria Geral da União) e dois do TCU (Tribunal de Contas União) participaram da ação.

Em nota a UFMG, que também responde pela Fundep, informou que não pode se manifestar sobre os fatos, pois a investigação segue em sigilo. Mesmo assim, a instituição ressalta que contribuirá para a "correta, rápida e efetiva apuração do caso".

O Bêbado e o Equilibrista

A operação foi batizada de “Esperança Equilibrista” em referência à um trecho da música “O Bêbado e o Equilibrista”, dos músicos João Bosco e Aldir Blanc, considerada o “hino dos anistiados”.

 



 
LINK - ESPALHE POR AÍ!
 
Outras Notícias sobre Justiça
15/12/2017
Procuradoria pede aumento de pena de Antonio Palocci
14/12/2017
Justiça manda ex-funcionária pagar R$ 67.500 em ação contra Itaú
13/12/2017
Recurso de Lula no TRF4 será julgado no dia 24 de janeiro
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
 Ultimos Vídeos
Vídeo mostra homem sendo assassinado a tiros em posto de gasolina na avenida Torquato Tapajós
Data:26/04/2017
Visitas:589
Veja o que um passageiro fez com dois bandidos que tentaram assaltar um ônibus
Data:26/04/2017
Visitas:219
veja o que criminosos fizeram com estas duas jovens
Data:26/04/2017
Visitas:371

   Garota Top Site
02/01/2015
Jackline Silva
Cansanção - Bahia
Publicidade

Oferecimento


Pesquise no portal.::
NOTÍCIAS TV AO VIVO RÁDIO AO VIVO ENTRETENIMENTO SERVIÇOS

©2017 - R10 Notícias - todos os direitos reservados! - WebMedia